Às muitas vidas que já vivi, minha gratidão

04 agosto 2017 |
Família
Julho de 2017
Você já parou pra pensar em quantas vidas já teve nesta sua única vida?
A gente, as vezes, não percebe, mas passou por tantas coisas que até parece que não somos a mesma pessoa.
Tem épocas do ano que eu reflito mais sobre isto do que no resto do ano. O mês de Julho, que findou a poucos dias, é um mês que por inúmeros motivos me faz pensar em quanta água rolou embaixo da minha ponte.
Julho de 2017 me fez refletir, particularmente sobre quantas famílias já tive nesta minha existência.

É, as famílias crescem, se modificam, depois encolhem e as mudanças continuam, sem nos darmos conta da metamorfose.
Quando eu era criança fazia parte de uma grande família, pai, mãe, irmãs, cunhado, sobrinhos, éramos num total de nove pessoas, sempre juntos, nas festas, fins de semana, o ano inteiro.
Os anos se passaram, vieram separações e a família encolheu, éramos seis.

Depois, me casei e acabei formando minha própria família e a que eu tinha na infância e adolescência se extinguiu...pai, mãe, irmãs e um sobrinho se foram para um outro plano, os outros dois sobrinhos que restaram, se afastaram.

Família
Natal de 2016
Mas família não é só aquela formada por laços consanguíneos, também pode e  deve ser formada por amor e afinidade.
Casada, me mudei para uma cidade onde só haviam parentes do meu marido e foi aqui que encontrei minha nova e atual família.
São pessoas com quem gosto de conviver, com quem compartilho minhas alegrias e tristezas. 
Não somos perfeitos, mas que família é?

O meu emblemático mês de julho, por razão das férias, faz a gente reunir uma parte da família e viajar juntos, a cada ano que passa tanta coisa muda...os filhos que vão crescendo, os adultos mais experientes, mais gordos e mais velhos, mas a essência e a alegria de estar juntos é a mesma de 20 anos atrás.

Como é bom ter lembranças que nos faz rir, faz com que tenhamos o que contar aos filhos e me faz analisar sobre tudo o que vivi, em como fui e sou grata por sempre ter uma família ao meu lado.

E você aí, que lê este post, pode acreditar ou não em outras vidas através da reencarnação, mas há de concordar que vivemos muitas vidas, com muitas famílias, nesta mesma vida.

Este post faz parte da Blogagem Coletiva da Elaine Gaspareto #52semanasdegratidão.

Beijos!!

7 comentários:

✿ chica disse...

Um post cujo texto nos remete realmente à reflexão de quantas vidas cabem em uma só nossa... Adorei! belas fotos! Ótimo fds! bjs, chica

Cilene Mansini disse...

Uma ótima reflexão, muitas vezes ficamos tristes pelos que foram e esquecemos de cuidar, curtir e nos aproximar dos que estão aqui.
Minha família, por parte de mãe era imensa, ela tinha 13 irmão, era uma farra só. Ainda hoje nos encontramos as vezes, mas os revezes da vida acaba sempre nos afastando um pouco.

Suelen Muniz disse...

Oi Neli,tudo bem?
Muito verdade o que você disse,também sinto que já tive algumas famílias,cada uma de um jeito,que fizeram parte de algum momento na minha vida.
Às vezes paro pra pensar e tenho boas lembranças.
abraço =)

Claudia Leonardi disse...

Neli querida
Que bonita sua reflexão.
Eu acredito que nada é por acaso e que nos aproximamos por laços de amor de pessoas que não tem nosso sangue, mas que temos tanta afinidade e carinho
Adorei as fotos
Bjs
https://www.instagram.com/p/BXlyQyTlGwl/?taken-by=maeliteratura

Coração Pin Up disse...

Família é a maior dádiva que temos! Com certeza!

Não importa se são de sangue ou se é a gente que escolhe! O importante é que estão com a gente pro que der e vier e não importa se somos uma metamorfose ambulante cheio de novas ideias a cada dia que se passa!

Adorei o post!

Beijos

https://coracaopinup.blogspot.com.br/

Adelaide Araçai disse...

Ah Neli, eu adorei a reflexão, e sabe do que mais, eu aprendi a agradecer pelo período em que consegui ficar com os meus, não lamento por terem se afastado ou mudado de dimensão, o que importa é que por um tempo estivemos juntos.
Linda sua familia
Muita Luz e Paz
Abraços

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Neli!
A vida é densa e cheia de grandes altos e baixos mas vale a pena de se viver!
Seja muito feliz e abençoada!
Bjm de paz e bem

 
Caprichos by Neli © - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por Onze Web.