O Leão Ferido - Resenha


O Leão ferido, Mia Sheridan, Editora Arqueiro
O Leão Ferido
Mia Sheridan


Atenção: se você não leu o livro anterior, O Coração do Leão, este livro e resenha contém spoiler.

Resenha:
A autora agora vai nos apresentar a estória de Evie e Leo, sob a perspectiva deste último.
Narrado em primeira pessoa, no presente e em flash back, num passado bem recente, período em que Leo passou internado num hospital tendo os cuidados e orientações de um psicólogo, Dr. Fox.
Como já vimos no primeiro livro, Evie e Leo vieram de uma infância e adolescência traumáticas, foram maltratados, negligenciados e abusados.
Porém, na versão de Evie tudo era muito triste, mas ela tinha um bom coração, um jeito otimista de encarar a vida e sempre via algo positivo, mesmo nas situações mais complicadas.

O Leão ferido, Mia Sheridan, Editora Arqueiro

Já sob o ponto de vista de Leo, todo o passado deles é apresentado de forma mais deprimente e cruel. Além de tudo o que ele passou na infância e início da adolescência, após ser adotado aos 15 anos, ele foi abusado sexualmente por sua mãe adotiva e ele próprio se culpa por isso. É um "pecado" que não o deixa viver em paz.
Mia Sheridan nos expõe uma realidade que não paramos para analisar: nestes casos de abuso, a própria vítima se sente responsável pelo ocorrido, tem vergonha do que aconteceu, mas por achar que seduziu o seu algoz.
No caso de Leo, ele ainda se sentia culpado por estar traindo seu pai adotivo e por muito tempo associou o ato sexual como sendo algo doentio, o que era, no caso de sua mãe.

"Sei que ninguém deseja tirar a própria vida porque a morte é atraente, mas, sim, porque a vida é uma tortura. E nos perguntamos para que tudo aquilo - tanto esforço e sofrimento -, para quê?" Pag. 16

"...uma vida inteira acumulando a raiva provocada pelo egoísmo de quem rouba a dignidade dos outros e pela crueldade de quem se aproveita dos fracos." Pag. 91

O Leão ferido, Mia Sheridan, Editora Arqueiro

Então, neste romance vamos nos deparar com muitos sentimentos negativos e vivenciar todo o sofrimento de Leo, da sua infância até a busca da paz quando reencontra Evie, o amor de sua vida desde o início da adolescência.

No livro anterior Leo, ou Jake, se mantém reservado na maior parte da trama, só se revelando e contando sua trajetória  no final do livro.
Agora em O Leão Ferido, vamos acompanhar seus dramas e suas lutas em período integral, vamos entender o tamanho do amor que ele sente por Evie.

O Leão ferido, Mia Sheridan, Editora Arqueiro


A autora vai dar um desfecho para alguns personagens secundários, que foram esquecidos no livro 1. Então, quem leu ou se interessar por O Coração do Leão, deve ler O Leão Ferido, pois uma obra complementa a outra.


Temos neste livro drama com muito romance, do gênero New Adult ou erótico (há controvérsias). Mia Sheridan foi assertiva mais uma vez e a edição e diagramação continuam excelentes. Pertencendo este livro à série Signos do Amor, a capa segue o mesmo estilo e arrasa novamente, sempre no preto e branco, desta vez puxado um pouco para o sépia, tendo o nome do signo em destaque, colorido.

Série Signos do amor, leia as resenhas de:

O Leão ferido, Mia Sheridan, Editora Arqueiro
Título: O Leão Ferido
Autora: Mia Sheridan
Páginas: 240
Assunto: Ficção americana

Sinopse: AQUI.











2 comentários:

Simone Felic postou o comentário número:

Olá Nely
Boa dica de leitura, e li também outra resenha
que fala sobra a vingança pornô(profundo/intenso)
que tristeza, ser livre fazer tal vingança e serem
livres para fazerem isto.
bjs e boa semana.

http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

Elisandra Eccher de Andrade postou o comentário número:

Oi Neli,
Interessante esse enredo, mesmo não tendo lido nada da série fiquei interessada em começar e conferir as histórias da autora. Imagino o trauma que deve haver nessas cenas e páginas. Vou buscar saber mais, afinal tenho lido muitos elogios a autora. Parabéns pela resenha que me conquistou.


Beijos
http://amagiareal.blogspot.com.br/