O Último dos Canalhas - Resenha


O Último dos Canalhas, Loretta Chase, Editora Arqueiro, Caprichos by Neli
O Último dos Canalhas
Loretta Chase


Resenha: 
Nossos protagonistas são Vere Mallory, duque de Ainswood, 34 anos, cabelos castanhos, olhos verdes, com mais de 1,80m de altura, conforme se vê na capa do livro, lembra muito o Brad Pitt no início de carreira.

A heroína fica por conta de Lydia Grenville, 28 anos, cabelos claros, olhos azuis, com um pouco menos de 1,80m de altura, repórter/jornalista.

Apesar de ser um romance de época, engana-se quem pensa que vamos frequentar bailes com vestidos suntuosos, casas de chá requintadas, lojas de antiguidades ou casas e palácios refinados.

O Último dos Canalhas é um romance ambientado no submundo de Londres, com seus becos fétidos, frequentados por prostitutas, homens sem escrúpulos e todas a escória da sociedade daquela época.

Apesar do título de nobreza de Vere, ele enfrentou muitas perdas de entes querido nos últimos anos, por conta destas tragédias ele se entregou à vida desregrada, na companhia de prostitutas e buscando o consolo e o esquecimento através da bebida. Deixou de cumprir suas obrigações como duque, delegando a terceiros o cuidado com suas propriedades e suas duas primas, que ficaram sob sua tutela.

"Alguns antepassados do duque tinham vivido muito, outros pouco, mas todos tiveram em comum uma vida intensa, porque essa era sua natureza: serem canalhas notórios de nascença." Pag. 05.

Meus queridos leitores, eu adoro de paixão as protagonistas femininas criadas por Loretta Chase, são mulheres à frente do seu tempo, que não estão a espera do príncipe encantado, do homem com título de nobreza, são mulheres de personalidade forte, inteligência aguçada, independentes e até arrogantes, quando tem que ser.

"Essa era a sua vocação, lembrou a si mesma. Era por isso que Deus a havia criado forte, inteligente e destemida. Não era brinquedo de homem nenhum. E certamente não arriscaria todas as coisas pelas quais batalhara só porque um príncipe encantado palerma tinha provocado um furor em seu coração turbulento." Pag. 47

Lydia Grenville, teve uma infância muito difícil e cheia de privações, com a morte da mãe e o abandono do pai, acabou de ser criada por tios dignos que deram a ela a chance de ter uma profissão e se manter por conta própria. É uma repórter que corre atrás das notícias e uma jornalista bem conceituada e respeitada no jornal para o qual trabalha. Não aceita as injustiças sociais, principalmente, aquelas praticadas contra jovens mulheres que são alvo fácil de serem exploradas pela prostituição.

Os caminhos de Vere e Lydia vivem se cruzando e a cada encontro é travado um embate entre os dois. Mais uma vez Loretta Chase nos brinda com seus diálogos inteligentes e ácidos, de raciocínio rápido, onde herói e heroína estão no mesmo patamar intelectual, numa época em que a mulher era considerada um mero adorno.

A química entre Vere e Lydia funciona perfeitamente bem. Temos tórridas cenas de amor, mesmo que eles não admitam estarem apaixonados.

É bem interessante ver como os dois acabaram ajudando um ao outro, bem como a evolução dos personagens.

Foi adorável reencontrar Lord Dain e Lady Jéssica que protagonizaram "O Príncipe dos Canalhas" (leia a resenha AQUI) e saber que eles também são da família.
Loretta Chase dá enfoque aos personagens principais, mas não abandona os personagens secundários, criando estórias paralelas que nos envolve da mesma maneira que a estória principal. 

Leitura mais que recomendada, sem enrolação, com um enredo bem amarrado, que envolve romance, vingança, perseguições e até revelações inesperadas. 

O Último dos Canalhas, Loretta Chase, Editora Arqueiro, Caprichos by Neli

Título: O Último dos Canalhas
Autora: Loretta Chase
Páginas: 304
Assunto: Ficção americana/romance de época

Sinopse: AQUI.










2 comentários:

Edna postou o comentário número:

Neli querida
como sempre uma historia empolgante.
para nos deixar curiosas..
bjs Edna

Cris Varela postou o comentário número:

Bom dia...ganhei esse livro de presente de natal e ainda não li, ele é o próximo da minha lista.