Eu estive aqui - Resenha


Eu estive aqui, Gayle Forman, Editora Arqueiro
Eu estive aqui
Gayle Forman


Resenha:
Cody e Meg eram amigas há muito tempo, frequentaram a mesma escola, tinham os mesmo sonhos, pretendiam ao término do ensino médio deixar a cidadezinha do interior do Estado de Washington e estudar e aproveitar a vida em Seatle.
Porém, só quem conseguiu por em prática seus planos foi Meg, que ganha uma bolsa de estudos para uma Universidade na cidade de Tacoma, mas Meg não vai muito além disso, pois alguns meses após entrar para a Universidade ela se suicida, aos 19 anos.

Cody, aparentemente, é a parte da dupla de amigas que não deu certo. Filha de mãe solteira e tendo sua criação negligenciada por esta mãe, ela só soube o que é família convivendo com os pais e irmão de Meg.
No fim do ensino médio, Cody não teve dinheiro para ir à faculdade e para sua grande decepção não teve outra alternativa a não ser permanecer na sua cidade, que ela tanto repudiava. Para ganhar algum dinheiro não teve escolha, teve que fazer faxina na casa de conhecidos, mas em sua pequena cidade, todos se conheciam.
O que Cody não entende é que diante de todo seu histórico ruim de vida, quem se suicidou foi Meg, que tinha uma família estruturada, um futuro promissor e era corajosa e determinada.

Cody não se conforma que não tenha percebido as intenções de sua melhor amiga em dar um fim na própria vida.
Os pais de Meg pedem que Cody vá na república em que Meg morava para pegar seus pertences e ainda lhe dão de presente o notebook da filha. Cody começa uma investigação a partir dos emails de Meg, além de um arquivo criptografado, que após decodificado, traz grandes revelações dos últimos passos de Meg.
Com os emails, Cody chega em Ben McCallister, integrante de uma banda de rock, por quem Meg estava apaixonada. Ben passa a ser um alvo suspeito para Cody  e por quem ela nutre fortes sentimentos de raiva e repulsa.
O que move Cody em sua busca por respostas é o seu sentimento de culpa por não ter percebido que sua grande amiga precisava de ajuda, além de raiva, por Meg não  ter dado uma pista sobre seu desejo.

Eu estive aqui, Gayle Forman, Editora Arqueiro, Caprichos by Neli


Eu estive aqui, de Gayle Forman, é um livro muito fácil de ler. Tem uma linguagem direta e sem complicações. Os capítulos são bem curtos. Mesmo tendo suspense, não é daquelas tramas que deixa a gente confuso, com armações e reviravoltas mirabolantes.

Como já fica bem claro desde o início, o livro aborda um tema bem delicado, o suicídio, mas tem incertezas e uma dose, sem exageros, de romance.
Terminei este livro em pouquíssimos dias, pois é contagiante a busca de Cody pela verdade, a gente quase não consegue parar de ler.

Indico este livro a todos que curtem uma boa leitura, mas principalmente a um grupo específico, que sofre de uma maneira muito especial e pouco compreendida, mas que se revelasse qual é este grupo, estaria dando um spoiler. Então, leiam este livro, todos vocês.
Após o término da história, não parem por aí, leiam com muita atenção a Nota da Autora e principalmente os Agradecimentos. É esclarecedor, comovente e emocionante. Depois, voltem à página anterior ao Capítulo 1 e aí vocês entenderão o : Para Suzy Gonzales.

Eu estive aqui, Gayle Forman, Editora Arqueiro



Título: Eu estive aqui
Autora: Gayle Forman
Páginas: 240
Assunto: Ficção americana
Sinopse: AQUI.










Beijos!!


0 comentários: