A Rainha Normanda - Resenha

18 abril 2015 |

Rainha Normanda, Patricia Bracewell, Editora Arqueiro
A Rainha Normanda
Patricia Bracewell

Resenha:


Um livro fascinante, que nos prende a cada capítulo, a cada página.
A Rainha Normanda é um romance que retrata uma época pouco conhecida, nos mostra a Inglaterra do século XI, entre os anos de 1001 a 1005.
Para quem gosta de história, como eu, vai adorar, quem não é muito ligado no assunto, é uma boa oportunidade para conhecer um tempo que a Dinamarca, com seus vikings, aterrorizavam seus vizinhos com sua crueldade, saques a cidades e atrocidades com a população.

Vai conhecer também a região da Normandia, que naquela época era independente da França e Ricardo II, Duque da Normandia, que obriga sua irmã Emma a se casar com Æthelred II e se torna Rainha da Inglaterra. Porém, ela sofre com a desconfiança de todos por ser estrangeira. Ela também tem que enfrentar a resistência dos filhos mais velhos do rei, pois ela representa uma ameaça ao trono inglês, caso tenha um filho.

"Não tinha como adivinhar, mas estava certa de que havia algum motivo oculto. Cada palavra, cada ato, cada gesto na corte vinham impregnados de intenções enigmáticas. As próprias paredes guardavam segredos. E o filho mais velho do rei tinha razões para desgostar dela, que poderia um dia gerar um filho que iria suplantá-lo. Desejou que as coisas não fossem assim, que pudesse cavalgar naquele dia com o coração despreocupado. Mas sabia que não. Teria de ser cautelosa." Pag. 108

E o pior de todas as tormentas de Emma da Normandia é conviver com um rei que a trata com frieza ou brutalidade e na maioria das vezes, ignorando-a totalmente.
Æthelred é um rei que desconfia de toda a sua corte, incluindo seus filhos mais velhos, pois acha que seu primogênito quer tomar o seu lugar e ainda é um rei atormentado por um fantasma do passado que insiste em persegui-lo.

"Emma escutou o poema com os olhos secos e uma expressão branda no rosto, pois era o que se esperava dela. Em seu coração, porém, ela carregava a tristeza, a incerteza e o medo, que pareciam lhe oprimir a própria alma." Pag. 60

A Rainha Normanda é uma ficção histórica, portanto, não reproduz fielmente a realidade da Rainha Emma. A autora, Patricia Bracewell, usou o período e alguns nomes e personagens verídicos para desenvolver um romance cheio de detalhes sócio-cultural e político.
O enredo é permeado de muita intriga e conspiração, relata o cenário político, o dia-a-dia da corte e de sua nobreza, também há uma pitada de romance (e proibido).

O que mais me chamou atenção nesta obra é que a ordem dos acontecimentos vai crescendo a medida que a leitura avança, chegando ao seu ápice nos capítulos finais, deixando o leitor perplexo.

A Rainha Normanda é um ótimo livro de entretenimento e apesar de ser uma ficção é uma excelente referência histórica, pois pouca informação chega ao grande público sobre esta época da idade média.
Patricia Bracewell, fez uma excepcional pesquisa, nos presenteando com uma leitura envolvente e que cativa do início ao fim.

Rainha Normanda, Patricia Bracewell, Editora Arqueiro
Título: A Rainha Normanda
Autora: Patricia Bracewell
Páginas:400 
Assunto: Ficção histórica/ficção americana
Leia a sinopse AQUI.
   


Beijos!!


3 comentários:

Paloma Casali disse...

Gostei muuuuito da resenha!!!
E concordo com as suas opiniões, o fato de a autora abordar um período, digamos, esquecido da Inglaterra e misturar fatos reais com ficção deixou o livro único.

Parabéns!!!

http://ilusoesnoturnas.blogspot.com.br/

Edna disse...

Neli
me pareceu bem interessante o livro.
tb adoro historia..assisto muitos filmes assim.. antigos

bjs Edna

O meu pensamento viaja disse...

Olá, Nely!
Gosto muito de romance histórico e conheço bastante bem a Normandia. Só não sei se encontrarei o livro á venda aqui! Veremos.
Beijo da Nina

 
Caprichos by Neli © - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por Onze Web.