Uma casa no meio do caminho - Resenha


Uma casa no meio do caminho, Barry Martin, Philip Lerman, Editora Sextante
Uma casa no meio do caminho
Barry Martin com Philip Lerman

Resenha:
Um livro emocionante.
Uma lição de vida.
Um exemplo de amor ao próximo sem esperar nada em troca. E olha que este "próximo" em questão tratava-se de uma velhinha rabugenta, mal-humorada e muitas vezes ingrata.

Uma casa no meio do caminho é uma biografia, contada de uma forma leve e gostosa de ler.
Não é uma biografia de uma celebridade ou de alguém que mudou o mundo, mas de um cidadão comum que mudou o mundo de alguém.

O cidadão comum é Barry Martin, superintendente de construção de um novo shopping center na cidade de Seattle. A velhinha ranzinza é Edith Wilson Macefield.

"Eu sabia que não era fácil para Edith expressar os seus sentimentos. Não como ela havia feito naquela noite. É umas das coisas a que precisamos nos acostumar ao tomar conta de uma pessoa idosa: nem sempre ela foi criada para se abrir e demonstrar afeto." Pag. 102

A amizade dos dois começa de uma forma corriqueira, mas quando menos se espera eles vivem uma bonita e sensível simbiose, uma não vive sem o outro.
Este não é um livro de puro entretenimento.
Este é um livro que nos faz parar para pensar nos valores que damos aos pequenos milagres da vida.

"Por que somos mais tolerantes com o comportamento de estranhos do que com o de nossos próprios parentes - aqueles que amamos mais e a quem devemos mais? Não tenho resposta para isso, mas acho que nem precisa. A questão é que simplesmente agimos assim, não importa o motivo." Pag. 119


Faz a gente refletir sobre nossas atitudes, no passado, presente e futuro, até porque no futuro a velhinha do livro pode muito bem ser nós mesmos. 


Uma casa no meio do caminho, Barry Martin, Philip Lerman, Editora Sextante



Uma casa no meio do caminho, Barry Martin, Philip Lerman, Editora Sextante

Título: Uma casa no meio do caminho
Autor: Barry Martin com Philip Lerman
Páginas: 235
Assunto: Biografia
Editora Sextante



Beijos!!


8 comentários:

Edna postou o comentário número:

Neli como sempre vc arrasou na resenha e ficamos curiosas....para ler o livro...to na lista Viu? Minha irma adora ler e ja comprou livros através da sua indicaçao.

um beijo e continue a nos inspirar. Edna

Luma Rosa postou o comentário número:

Oi, Neli!
Que doçura de livro! Os aprendizados estão para aqueles que deles tiram proveito, pois de nada adianta as informações, se não tem quem as queira.
A tolerância tem a ver com intimidade. Essa quando em excesso, pode atrapalhar as relações. Por exemplo, o dizer não é mais fácil ser dito para alguém da nossa convivência do que para um estranho.
Beijus,

Geh postou o comentário número:

Neli eu amo leituras assim, que nos fazem refletir e amo também histórias reais!!! Adorei os trechos que compartilhou!

Bjus bjus

António Jesus Batalha postou o comentário número:

Muito bom o seu blog, estive a percorre-lo li alguma coisa, porque espero voltar mais algumas vezes,
deu para perceber a sua dedicação em partilhar o seu saber.
Se me der a honra de visitar e ler algumas coisas no Peregrino e servo ficarei radiante.
E se gostar e desejar comente.
Que Deus vos abençõe e guarde.
António.

de bem com a vida postou o comentário número:

Adorei a resenha estou voltando a ter a leitura como companheira kkklkkkk e a culpa é sua kkk bjs arrasou

Algodão Tão Doce postou o comentário número:

Cada novo amigo que ganhamos no decorrer da vida aperfeiçoa-nos e enriquece-nos. (Maria Miranda)
Obrigada pela visita carinhosa!
Tenha uma linda semana!
Doce abraço, Marie.

Mª Fátima postou o comentário número:

Nely querida, amo ler e gostei muito da resenha. Estou lendo um livro de mais de novecentas páginas, acho que vai um bom tempo para terminá-lo já que só leio a noite antes de dormir rsrs. Mas fica a dica para a próxima leitura. Bjs e ótima semana.

Lu Vilela postou o comentário número:

Oi Neli,bom dia!!
Sou suspeita pra falar pois adoro escolher livros atraves de suas resenhas...Mas essa está especial esse livro deve fazer a gente repensar muita coisa e seguir o exemplo :)
Bjs Lu