Ligeiramente Casados - Resenha

09 novembro 2014 |

Ligeiramente Casados - Mary Balogh

Ligeiramente Casados, Mary Balogh, Editora Arqueiro
Como sugere o título e a breve descrição na capa, trata-se de um casamento por conveniência, mas que acaba virando paixão e amor.
Como também fica claro na capa, é um romance de época, ambientado na Inglaterra de 1814, logo após a derrota de Napoleão Bonaparte.
Já tendo uma ideia para onde a história se encaminhava, eu lia cada página ávida pelos próximos acontecimentos.

A heroína é Eve Morris, uma jovem de 25 anos (naquela época isso nem era tão jovem assim), independente e determinada, que costuma ajudar aquelas pessoas cuja sociedade rejeitou. 
Ela possui uma excelente propriedade e considerável fortuna, foi criada para ser uma dama, porém sua família tinha origem que não era bem vista pela sociedade, era de uma família que hoje seriam chamados de "novos ricos", não pertenciam à aristocracia, não tinham títulos de nobreza.

Já o protagonista masculino é o Coronel lorde Aidan Bedwyn, filho de um duque, cujo título de nobreza foi passado ao irmão mais velho de Aidan, Wulf ou Duque de Bewcastle e coube a Aidan, o 2º filho, seguir a carreira militar.
Aidan é descrito como alto, moreno, forte, porém fica claro que não se trata de um homem bonito e isto me cativou, pois foge do estereótipo que estamos acostumadas nos romances, do homem lindo de tirar o fôlego.
Aidan é um personagem que não demostra suas emoções, age sempre de forma correta, mas é muito comedido, em virtude de sua criação e da carreira militar que seguiu.

No campo de batalha, com um subordinado que certa vez lhe salvou a vida, e que agora está a beira da morte, Capitão Percy Morris, o Coronel Aidan Bedwyn faz uma promessa que se vê obrigado a cumprir.
Vale ressaltar que a família Bedwyn põe o dever e a honra acima de qualquer outro sentimento.

Quando Aidan vai até a residência de Eve, o Solar Ringwood, dar a notícia da morte do seu irmão , acaba descobrindo que a moça precisa se casar nos próximos quatro dias, senão suas propriedades e fortuna serão herdados por um primo arrogante e asqueroso.
Aidan não vê outra alternativa senão propor um casamento de conveniência à Eve, que aceita com relutância.

Eles vão a Londres para o casamento, mas sob total sigilo. Em sua breve estadia na capital, Eve, agora casada, conhece os pontos turísticos mais importantes da cidade: 


Ligeiramente Casados, Mary Balogh, Editora Arqueiro, Catedral de Saint Paul
Catedral de Saint Paul


Ligeiramente Casados, Mary Balogh, Editora Arqueiro, Abadia de West Minster
 Abadia de West Minster


Ligeiramente Casados, Mary Balogh, Editora Arqueiro, Palácio de Saint James
Palácio de Saint James


Ligeiramente Casados, Mary Balogh, Editora Arqueiro, Hyde Park
 Hyde Park 


Ligeiramente Casados, Mary Balogh, Editora Arqueiro, Carlton House
 Carlton House, onde mora o Príncipe de Gales

Porém, Aidan quer manter seu casamento em segredo, inclusive para sua família, mas não consegue esconder o fato por muito tempo.
O Duque de Bewcastle exige que Eve venha a Londres para ser apresentada à Corte e à Rainha.

Sendo um romance de época, entramos no mundo da aristocracia, da nobreza, de ricos proprietários de terra, há sempre muito luxo, cristais, pratarias, roupas maravilhosas, carruagens, palácios e casas suntuosas, além de muitos, mas muitos empregados.

No decorrer do livro vemos os personagens amadurecerem. Eve é audaciosa ao lidar com a família do marido, mas faz tudo com muita classe e inteligência, ela passa a ser um raio de luz no meio de uma família carrancuda, que não expõe seus sentimentos.
A autora, Mary Balogh, escreve com muita maestria, nos prende do princípio ao fim, e quando digo fim, é só no finalzinho mesmo que Eve e Aidan revelam seus verdadeiros sentimentos.

Há muitos personagens secundários, porém, somente alguns ganham um pouco mais de destaque e aprofundamento.
Mary Balogh, pretende lançar um livro para cada um dos irmãos Badwyn, eles são num total de seis.

Ligeiramente Casados é uma leitura deliciosa, não dá vontade de parar até a última página.
Bem escrito e com um enredo estruturado , não deixando pontas soltas ou dúvidas quanto ao caráter dos personagens.
Ligeiramente Casados já entrou para a minha lista "pretendo ler novamente" e olha que nesta lista não entra qualquer um.

Veja a sinopse do livro, neste post.
Título: Ligeiramente Casados
Autora: Mary Balogh
Pag.: 288
Gênero: Romance de Época/ficção galesa.
Editora Arqueiro


Beijos!!


5 comentários:

ღღღღ Cici ღღღღ disse...

Parece bem interessante, além de rico em detalhes. Gostei de sua sugestão!
E o melhor, no final tem amor! rs
Bjns
:)

Luciana Aragão disse...

Amiga Neli vim aqui apenas pra te visitar. estava ausente de casa, mas agora estou de volta e com a disposição moderada rsrsrsrs nessa gestação até agora só li um livro...rsrs

beijos e saudades.

Janete disse...

Nossa Neli, que resenha incrivel vc fez.!!!!!!!!!!!!! Dá vontade ce pegar o livro agora e ler...ai eu quero esse livro... quando vc distribuir as "senhas" me inclua no rol! Bjs

Lu Vilela disse...

Oi Neli ,boa noite!!
O pessoal da Editora fez uma escolha maravilhosa ao seu blog para fazer as reenhas dos livros ...elas são simplesmente perfeitas!!
Bjs Lu

Beth Salvia disse...

Neli você e faz resenhas muito bem, parabéns, num minuto a gente consegue imaginar tudo na Europa, bjus

 
Caprichos by Neli © - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por Onze Web.