Os três - resenha

27 junho 2014 |

Os três - Sarah Lotz
Sinopse
Quinta-Feira Negra. O dia que nunca será esquecido. O dia em que quatro aviões caem, quase no mesmo instante, em quatro pontos diferentes do mundo. Há apenas quatro sobreviventes. Três são crianças. Elas emergem dos destroços aparentemente ilesas, mas sofreram uma transformação. A quarta pessoa é Pamela May Donald, que só vive tempo suficiente para deixar um alerta em seu celular: Eles estão aqui. O menino.O menino, vigiem o menino, vigiem as pessoas mortas, ah, meu Deus, elas são tantas... Estão vindo me pegar agora. Vamos todos embora logo. Todos nós. Pastor Len, avise a eles que o menino, não é para ele... Essa mensagem irá mudar completamente o mundo.


Resenha:

Os Três de Sarah Lotz relata o que ficou conhecido como 5ª Feira Negra, dia em que caíram 4 aviões em diferente pontos do globo, havendo somente 3 sobreviventes, todos crianças com 6 ou 7 anos, houve um 4º sobrevivente, mas que só teve tempo de deixar uma mensagem gravada e logo em seguida faleceu.
Estas crianças passam a ser chamadas de Os três ou crianças-milagre, gerando total histeria em torno delas. 
Imprensa, fanáticos religiosos, grupos que acreditam em aliens e governo desenvolvem as mais diversas teorias sobre o caso.
As crianças são Jess, Bobby e Hiro, inglesa, americano e japonês, respectivamente, somente Paul Craddock, tio de Jess é que percebe que sua sobrinha não é mais a mesma de antes do acidente, mas todos que estão envolvidos com a rotina das crianças têm suas vidas modificadas de alguma forma.
É dada muita ênfase ao fanatismo religioso, que interfere bastante no curso de toda a história.



Os três trata-se de um livro escrito de uma forma diferente do que costumo ler.
Não segue uma narrativa linear, a história é contada através de relatos e entrevistas realizadas pelo Skype, por email, cartas, mensagens, transcrição de bate-papo e matérias de jornais.
É um livro dentro de um livro, com direito a outra autora e editora, que juntando todos os relatos, forma uma espécie de documentário.
Lendo a sinopse fiquei curiosíssima para desvendar o mistério. Na noite que comecei a ler as primeiras páginas fui dormir inquieta, pois o livro tem uma atmosfera bizarra e perturbadora, começando pela capa, predominantemente preta e as bordas laterais também são pretas, deixando o clima ainda mais macabro.
Sendo o livro formado através de relatos, que nem sempre seguem uma ordem exata , pra mim, não foi uma leitura fácil, havia momentos em que me sentia perdida, pois muitos relatos pareciam em nada acrescentar para elucidar o mistério, eu até relia certas partes por achar que tinha deixado passar algo relevante.
Porém, outras mensagens já nos adiantava o assunto somente lendo o título ou descrição do relato que viria a seguir e isto fazia com que eu ficasse muito curiosa para saber o desfecho.

A narrativa é, em sua maioria, muito interessante, vai agradar alguns leitores e desagradar outros. O que permeia todo o livro é o suspense, principalmente no início e na parte final do livro.
E por falar em parte final do livro... eis um ponto controverso, pois nos faz pensar, e muito, já que a narrativa é bem amarrada, não deixando lacunas, porém, não há um fim, propriamente dito, deixando para o leitor tirar suas próprias conclusões.

Para quem curte o gênero suspense e tá disposto a encarar uma narrativa/documentário/ficção é uma ótima leitura.



Título: Os Três
Autora: Sarah Lotz
Páginas: 400







Beijos!!


3 comentários:

casa de fifia disse...

OLà Neli
nunca tinha ouvido falar deste acidente, a trama parece interessante.

Adriana disse...

Parece mágico! gostaria de ler!

bjuu

Anna Silva disse...

Neli!! Fiquei com vontade de ler só com a sinopse. É o tipo de livro q eu leio a 1a página e não largo mais até ler a última. Parece muito bom!!
Valeu a dica para a leitura do mês.
Bjokinhas. ;D

 
Caprichos by Neli © - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por Onze Web.