Seu filho(a) acredita em Papai Noel?


Hoje vou contar pra vocês como revelei pro meu filho mais velho que Papai Noel não existe.

Desde que o Gabriel nasceu, eu sempre prometi a mim mesma que o criaria na base da verdade.
Nas questões ligadas a morte, nas perguntas sobre sexo, sempre fui jogo aberto.
Falava a verdade, mas sempre respeitando seu grau de desenvolvimento, respondia aquilo que ele me perguntava, sem enrolação, nada a mais.

Porém me incomodava demais mentir sobre a existência do Papai Noel, mas sempre achei importante ele acreditar.
Eu fazia de tudo pra que ele acreditasse.
Teve ano que a gente escolheu um "voluntário" pra ir numa parte da casa e gritar "Ho, ho, hooo!" e quando as crianças corriam para perto da árvore cheia de presentes a gente explicava que Papai Noel tinha muitas entregas, então ele não tinha tempo pra ficar.

Em outro ano, eu arrumei um gorro vermelho e prendi na porta, quando as crianças foram abrir os presente viram que o Papai Noel, na pressa, "deixou" o gorro preso na porta.
O engraçado é que no ano seguinte, poucos dias antes do Natal, fomos no Carrefour e todos os funcionários dos caixas estavam com um gorro vermelho, aí Gabriel me falou: "Mamãe, eles tem um gorro igual ao que o Papai Noel deixou na porta de casa no ano passado". Opss!

Em certo Natal meu primo se vestiu de Papai Noel e foi o maior sucesso. Fizemos uma maquiagem bem feita, arrumamos óculos de velhinho, coturno de couro, ficou perfeito e as crianças acreditaram.

Mas, quando meu filho estava com 6 anos, um dia ele chegou da escola com a pergunta fatídica: "Mamãe, Papai Noel existe?"
Eu respondi: "Você acredita em Papai Noel? Se você acredita, então ele existe".
E sai de perto dele pra conversa não se prolongar.
Passados mais alguns dias, no começo da noite, no meu quarto, ele vem com a mesma pergunta, mas o tom era outro, nas entrelinhas da sua pergunta já vinha a resposta: "Mamãe, Papai Noel existe messsmo?"

Sucumbi, não resisti tamanha pressão e...abri a boca a chorar!
Com o berreiro aberto respondi: "Ele não existe".
Gabriel olhava pra mim sem entender o porquê da choradeira, nisso aparece meu marido assustado por me ouvir chorar e pergunta o que está acontecendo, eu respondo: "Contei pro Gabriel que Papai Noel não existe, buaááá, buaááá!"

E foi assim, meus amigos, que contei pro meu filho que Papai Noel não existe.

Em nome da verdade, na minha casa nunca existiu:

  • Coelho da Páscoa
  • Fada do Dente
  • Bicho Papão
  • Homem do Saco (esse me aterrorizava quando eu era criança).
Minha filha de 5 anos, ainda acredita em Papai Noel...a saga continua.
E você, já contou pro seu filho ou filha, que Papai Noel não existe?

Bjs♥

38 comentários:

Edna postou o comentário número:

olha na realidade quem ainda acredita em papai noel sou eu! kkkk serio! assim , tipo, bom... ah sei la, claro que sei que não existe , mas é tão bom pensar nele como real, me remete a tanta coisa boa na minha infância que prefiro deixar assim. bjs

Miriam postou o comentário número:

Olá Neli,

Que post lindo, sabe tenho 4 filhos hoje homens formados e quando pequenos também o ritual sempre foi o mesmo que você descreveu...e lembro que sempre dizia que Papai Noel tinha sido um homem muito bom que adorava ajudar as pessoas e que quando morreu ficou eternizado nessa figura linda do Bom Velhinho, essa se não me engano é a história verdadeira de São Nicolau......mas que o verdadeiro sentido do Natal era o nascimento do Menino Jesus.

Aqui em casa acreditamos em Papai Noel!!!!

Paz e Bençãos
1000 Beijokinhas

Uma parte de mim postou o comentário número:

Engraçado lendo seu post fui refletir na possibilidade de um dia ter contado isso para minhas crias e ainda bem que nunca infatizei papai noel!
Procuro sempre passar para os meus filhos o verdadeiro sentido do Natal, até pq amoo presépio e eles montam comigo e adoram!
Imagino o quanto foi difícil para vc encarar a verdade p seu filho depois de uma mentira rsrsrs, em minha casa tb ñ existe nada de coelhinhos, duendes bicho papão e etc... deixa isso p Xuxa!

FLOR DE LISA postou o comentário número:

Ai amiga, que dor no coração, minha filha já tem 7 anos, eu não digo que papai noel existe mas nunca disse que não. ela sabe lá no fundo que não, ela vê as propagandas e conversas dos colegas da escola, mas ela simplesmente opta por ainda acreditar.

Diacuy postou o comentário número:

Que fofinha vc Nely. Acho que seu filho nem ligou rsrsrs e vc chorando rsrsrs.
Eu não contei para os meu filhos, queria que eles acreditassem por um tempão (assim eu os manteria pequenininhos inocentes, penso eu) mas a escola deles contou.
Eu enfeito a casa no natal, na pascoa mesmo eles sabendo que papai noel nao existe nem coelhinho da pascoa.
beijo

artes e paninhos postou o comentário número:

Olá Nely!! Acho que todas nós passamos por isto.Quando meu filho me fez esta pergunta fiquei chocada,e agora? Na hora só saiu : enquanto ele existir dentro do seu coração ele existirá sempre.Nunca mais ele perguntou e os natais sempre foram de colocar os presentes nos sapatinhos com muita expectativa. E isto vai tempo,pois ele hoje já é um homem e pretendo continuar assim com os meus netos.Enfeito a casa toda,a estrela da arvore é ele que coloca até hoje(mesmo que ela fique esperando ele vir até em casa).Tudo isso é uma delicia!!!!
Adorei o seu post,pois me lembrou muitas coisas passadas. Beijinhos Andrea

Anna Rachel postou o comentário número:

Neli QueridA, imagino q seja muito difícil e ao mesmo tempo reconfortante passar por esse momento.
Deve ser um mixto de nervosismo e de alívio e tb de graça.
Parabéns por ser a mãe maravilhosa q vc parece ser. ;D
Bjs no coração e uma semana divina. ;D

Ia Maluf postou o comentário número:

Oi Neli!

Minhas filhas sempre souberam que papai Noel não existe. Eu também sou partidária da verdade sempre, e desde que elas eram novinhas expliquei o que era o natal, e que o papai Noel era só um personagem.

Não sei se estou certa ou errada, mas foi a maneira como eu fiz. A parte positiva é a relação de confiança que se estabeleceu entre elas e eu.

Nós decoramos a casa, enfeitamos a árvore de natal, fazemos cookies e leite para "ele" na véspera, tudo na base da brincadeira. Assim como eu compro ovos de chocolate na páscoa e escondo no quintal, e como eu troquei os dentes de leite por moedas mesmo sem que elas acreditassem em fada do dente ou coelho da páscoa.

Adorei o post!

Bjs
Ia

Lia Gloria postou o comentário número:

Perfeita essa postagem. é um assunto controverso, porém como eu e meu marido temos lembranças maravilhosas de quando 'existia' papai noel, fizemos de tudo também para que nossos filhos acreditassem.
E como você, também não gostamos de enganar, mentir. Mas sempre incentivamos e valorizmos a ludicidade. E essas tradições pra gente tem esse viés. Nunca vi ninguém traumatizado por isso então...rs
O guilherme deixou de acreditar tão naturalmente e mesmo assim eu sofri.
A Isabela já perguntou, nós falamos a verdade e ela se negou a quebrar o encanto. Sabe, mas valoriza a crença de tal forma que usou algum mecanismo de rejeição à verdade, sei lá.
Amei a tua abordagem do assunto Neli. Te adoro cada vez mais!
bjs

Carol postou o comentário número:

O Papai Noel foi a fantasia mais linda no mundo de sonhos de minha filha. Como ela amava esse Papai Noel e lá pelos 9 anos que foi entender que ele não existia, mas sem traumas, foi legal e ela diz que seus filhos terão as mesmas experiências lindas que teve. O resto, não teve nenhuma invenção, mas já valeu o que ela viveu.
Beijos

Graça Tristão postou o comentário número:

Neli, grata pelo carinho lá no blog. Teu post é uma lição para muitos...
Paz e Luz em teu coração
Bjcas
Graça

Josy postou o comentário número:

Adoei seu relato Nely, no final das contas acho que quem sofreu mais com esse episódio foi vc, mas concordo contigo, acho que não devemos esconder nada dos nossos filhos e mostarr a eles a realidade tal como é, desde que de acordo com a idade deles. Amei.
Nely eu gostaia de saber onde posso te seguir pois não consigo achar hehe. Bjos
Boa semana

Josiana Leite postou o comentário número:

Neli, desculpa sei que foi difícil mas imaginando a cena comecei a rir,olha minha fila ainda acredita então vai chegar a minha vez para você também rir, mas me lembro que descobri que papai noel não existia quando, estava brincando na rua com as amigas, e uma falou que Noel não existia briguei ferozmente defendendo sua existência entrei para casa na mesma hora indignada e contei para meus paia esperando que também defendessem Noel, mas para minha surpresa me falou ELE NÃO EXISTE, meu mundo caiu, kkkk, é isso bjsss

Débora Ribeiro postou o comentário número:

Oi querida!!
Aqui em casa nunca deixei que pensassem que havia papai noel, sempre contei a realidade, desde sempre! Isso engloba tudo...
Eu e emu marido achamos que seria melhor assim!
Mais não critico de forma alguma que decide pelo papai noel, coelhinho da páscoa, etc...
Cada um faz o que acha melhor!!
Gde bjo!!!!!!!!

Cristiane Félix postou o comentário número:

Oi Neli,bom dia.
Adorei o post, ainda não tenho filhos.
Mas qdo tiver com certeza quero q eles saibam a verdade,pois fui criada assim sem Papai Noel,sem Coelhinho da Páscoa. Mas a magia do Natal sempre esteve na minha casa e eu amo essa data.
Bjks.
Cris

Alê postou o comentário número:

Oi Neli,

Aqui em minha casa sempre contamos histórias sobre coelhinho da páscoa, Papai Noel ... porém acho que não somos muito convinsentes rsrsrs, pois minha filha mais velha nunca acreditou muito nisso. O Caio, que está com 6 anos, acredita e até já fez desenho para o Papai Noel e enquanto e acho que a "descoberta da verdade" será natural.
Bjos,

Alê

Bia Jubiart postou o comentário número:

Eu não! Neli mas ele existe dentro da gente! É claro que é uma existência emocional, parece com a nossa fé, acreditamos em muitas coisas que nunca vimos... Mas elas estão dentro da gente. De uma certa forma vc nunca mentiu p/ o seu filho.

Aqui no cafofo, já tenho um saco de junta todo enfeitadinho, e o Izaias já está colocando os pedidos lá dentro, ele já até cogitou em mandar uma carta também pelos correios...

Bella, um lindo dia p/ vc!

Beijooooooooooo

Andreia postou o comentário número:

OI Neli,
obrigado pela sua visita, fico sempre contente qdo vc aparece e me deixa recadinho.... bem, respondendo à tua pergunta, na verdade o pezinho que segura o porta-retrato é de papelão também, forrado, com uma dobradura pra dar a abertura. Se vc olhar o marcador porta-retrato, tem uma foto que mostra a parte de trás!
bjos
Andreia

Sílvia Rosa postou o comentário número:

Nely, adorei a história!
Minha filha tem 5 anos e acredita sim. Eu acho importante estas ilusões que fazem parte do universo infantil. Elas nos enchem de sonhos e imaginação e, penso que cada fase deve ser vivida... teremos uma vida inteira de realidade, de busca por nossos ideais, de trabalho para conquistar nossas necessidades e gostos...esta é a melhor fase da vida! onde não temos NENHUMA preocupação, apenas em saber se a mamãe vai deixar comer mais uma bala...que coisa mais gostosa não é? e o Papai Noel, entre outros, habitam neste lugar...
Grande beijo, com carinho.

Luciana postou o comentário número:

Nely, mas os psicologos acham legal q as crianças acreditem. Faz parte da infancia! Minhas filhas já são mocinhas, mas acreditaram... E agora grávida da Clarice, acho que a família inteira vai ajudar ela a acreditar! Não é tão ruim assim! kkkk
Amiga, segui seu conselho viu???
bjocas

Cheiro de Vanilla postou o comentário número:

Hehehe e enfgracado mesmo.
Tambem sempre falo a verdade pra ele, nunca gosto de mentir.
Mas alguns dias ele me perguntou s existe a fada do dente, eu disse que talvez, so pra ele ganhar a moedinha, ele me apertou e verdade, acabei confessando que eu irei ser a fadinha naquela noite e deixarei a moedinha pra ele, mas gosto de brincar com istog, mas sabendo que e de brincadeirinha.
Bjs....

Silvia Mingardi postou o comentário número:

Olá Neli... minhas filhas nunca acreditaram no Papai Noel... eu sempre contei que era Papai José que comprava... não sei se é por que cresci sem essa imagem do bom Velhinho dando presente, pois quando era pequena... por motivos financeiros nunca ganhava presente...
Mas acho legal a expectativa da criançada... imaginando a chegada do Papai Noel...
Ótima tarde a você...
Beijos!!!

janeladesonho.blogspot postou o comentário número:

Neli , tolinha ... vou te contar uma coisa Papai Noel existe ! Rsrsrsrsrsrsrs e esse mundão de pensamentos o plasmaram todo bonitinho , bom também criei minhas filhas contando a histórinha de São Nicolau , meu marido se vestia até os cinco anos da Yasmin , quando ele se esqueceu de colocar a luva , ela se sentou no colo dele , pegou as mãos e aí percebemos que ela descobriu , ficou meio sem graça e tal , mas , depois entrou na brincadeira ... já a Julia , eu falo tanto que eu acredito e curto tanto que ela não me desmente para eu não chorar hahahaha , agora sempre deixamos claro o verdadeiro sentido do Natal , que é homenagem ao Cristo ... agora a tal da fada é engraçado a Julia , fala assim para o pai dlea , " Pai caiu o meu dnete bem que a fadinha podia me dar uns deizão , olha como ele esta bonito " E o paim vai lá de noite e colcoa o dinheiro , no dia seguinte ela tira o maior sarro ...
Minha amiga , bjimmmm iluminado

Cíntia postou o comentário número:

Olá Neli!
Como eu gosto desse velhinho simpático de barbas brancas e roupas vermelhas :) ele me leva aos bons momentos da infância!Eu acreditei, colocava sapatinho atrás da porta para ele deixar os presentes :) e depois fingi acreditar por mais 3 anos por causa das minhas irmãs mais novas.Minha filha também acreditou até os 6 anos, depois uma colega da escola plantou a dúvida e tive que esclarecer...ela aceitou bem e disse que foi muito bom acreditar nele! Acreditar em Papai Noel é reservar boas lembranças para o futuro! Vc se saiu bem amiga, só não precisava ter chorado rsrsrs afinal fantasiar é um dos privilégios da infância.
Beijosss

Paula...(Cotidiano de uma Amig@) postou o comentário número:

Engraçado Neli, nunca passei por isso, sério! Aqui em casa, passo TODA verdade possível, assim como vc. Elas nunca chegaram até a mim e perguntaram sobre a existência do 'bom velhinho', estranho não é?! Enfeito a casa, elas ficam saltitantes...mas nada de perguntas, acho que por elas estudarem em escola evangélica, todas perguntas desse sentido são sanadas de forma bem natural.

Vc comoveu meu coração com seu choro! Isso que dá ser tão delicada e amorosa...acaba sofrendo, o bom é que passou logo!

Abraçãoooo, querida!

Fabiana Tardochi postou o comentário número:

Oi Neli!
Não me lembro quando contei para o meu filho que Papai Noel não existe e que é só um personagem.
Sempre fomos muito claros e verdadeiros aqui em casa.
Ele sabe a verdade, mas curte bastante a época de natal ainda mais porque na família sempre tem um que se veste de bom velhinho.
Eles ficam tentando adivinhar quem é a pessoa que se vestiu dessa vez, e assim curtem muito.
Um beijo

Rosana Remor postou o comentário número:

Este assunto é polêmico...meus filhos descobriram sozinhos que estes seres imaginários não existiam.Com meus alunos, não é diferente,uns acreditam,outros não...eu respeito a crença e o tempo de cada um, digo que quem quer acredita e quem não quer, não acredita.Cada criança tem seu tempo de maturidade!A gente só tem que dar tempo ao tempo!!BJS!!

Renata Marques postou o comentário número:

Nunca alimentei essa fantasia, mas quando eles perguntam digo que ele existe na imaginação. Quero dizer que o mito existe, mas a pessoa não.

Edna postou o comentário número:

que história linda ....isso mesmo cada um com seu tempo , sua maturidade....eu demorei para descobrir.. rs ,
mas amo Papai Noel até hoje, na decoração... me encanta

bjs Edna

Veronica França postou o comentário número:

kkkkk!!!! Que legal esse post! Para minha filha que ainda tem 4 aninhos ele existe!!!!
Vim convidá-la para participar do sorteio no meu blog.
Bjs

Ana Jardim postou o comentário número:

Oi Neli,
Desculpe amiga, mas não aguentei e tive que rir...rir tanto que quase chorei ao imaginar a cena: "Gabriel curioso, você chorando e o marido assutado" Deve ter sido muito engraçado! Aqui em casa, já é natural...Não fazemos menção a ele em algum momento no natal. Ela vê no shopping brinca e tals, mas sabe que é uma fantasia.
Aqui em casa também prevalece a verdade, só vou ncluir nesta listinha a cuca.

Coelho da Páscoa
Fada do Dente
Bicho Papão
Homem do Saco
Cuca

Ném pensar!!
bjus

Aym postou o comentário número:

esse é um trauma pelo qual todas as crianças passam, o meu foi bem cedo... mas descobri por conta propria... uhasuausuhashuuh aos 4 anos... :x chorei um montão. uhauhauhsuhasuha
eu deixava leite e biscoitos com panetone pra ele... depois disso... comia tudo uhauhasuhshuashau
beijos
boa quinta

Lu postou o comentário número:

Oi Neli,boa tarde!!!
Amiga acho que eu acreditava mais que meus Meninos rs,
quando eu resolvi contar,eles falaram que já sabiam ai eu contei a Historia do verdadeiro Papai Noel e a tradição de se presentear as Crianças na noite do aniversário de Jesus.
Mas é tão bom enquanto eles acreditam agente faz cada malabarismo pra esconder os presentes rs.
Beijo Lu

RENATA REIS postou o comentário número:

sabe que eu nao me lembro como eu contei,passei pra tre deixar um beijo!!!!♥

Ro Dias postou o comentário número:

Olha a saga é mais ou menos assim mesmo,mas pra minha filha a Bia ela simplismente chegou pra mim e disse: É eu já sei que Papai noel não existe,nem adianta falar outra coisa.É não tive que fazer muita forca,mas confesso que com o Arthur está sendo mais difícil ele ainda não sabe muito bem quem é Papai Noel(ele está com 2 e 5 meses,mas as vezes diz que vai pedir presente pra ele rsrsr.Mas aqui em casa também não tem coelhinho da Páscoa,homem do saco e outras coisitas mais.Bjks

DRI (No Doce Lar) postou o comentário número:

Amei esse post fez eu relembrar tempos deliciosos da minha infância Nely!Já o coelho eu nunca acreditei kkkkkkkkkkkk
Nely minha amiga vc me faz retornar ao blog,pq vc pergunta e eu respondo é bom ter amizades sinceras!Bj grande paz e fé sempre !

Janete postou o comentário número:

Ai Neli, que história!O meu filho não tem muito um Q com papai Noel, não sei direito se ele acredita ou não, mas nos eventos que tem a chegada do papai noel, eu costumo levá-lo...Ele acha legal, mas num fica muito ligado!!Neli tem sorteio lá no blog, da uma passadinha. Bjo

Ana Pierri postou o comentário número:

Ola Neli, boa noite.

Até hoje eu ainda não contei que papai noel não exite(kkkk)os dois já são bem adultos,eu percebi que eles não acreditavam, mas para não me deixar triste eles fingiam que acreditavam., e com meu neto parece que vai ser o mesma coisa.
Bjs.fica com Deus.
Ana Pierri