Ayrton Senna - 50 anos

21 março 2010 |

Ayrton Senna
Pra mim, tá sendo tão difícil escrever este port, que vocês não fazem nem ideia.
Tô aqui prá falar do grande ídolo da minha vida.
Esse cara aí de cima teve grande influência na personalidade que tenho hoje.

Ele entrou na minha vida em 1986, quando eu tinha 14 anos.
Gostei tanto de ver ele pilotando, arrojado, audacioso, que depois daquela corrida em Jacarepaguá, a 1ª etapa do Campeonato  de 86, eu nunca mais larguei a TV aos domingos, seja de manhã, ou quando a corrida era a tarde ou em plena madrugada.

Ayrton Senna
Era uma época de ídolos diferentes, ou, pelo menos ELE era diferente, não ia pra baile Funk escoltado por traficantes armados, tipo assim...Vagner Love; nem ficava deprê e brigava com namorada e se refugiava em algum barraco numa favela, tipo assim...Adriano; nem se envolvia com prostituta/travesti, tipo assim...Ronaldo "O Fenômeno Gordo". 

Hoje tenho medo que meus filhos tenham como ídolos no esporte alguns desses caras que só passam mensagens negativas e erradas, que não se preocupam que milhões de jovens se inspiram neles, é uma vergonha!

Ayrton Senna

Senna, naquela época, era nossa salvação da Pátria.
Na economia nossa inflação era galopante, os preços aumentavam todos os dias.
Na política nacional os mesmos corruptos, com ares de bonzinhos, pois acabávamos de sair de uma ditadura militar.
Na política internacional o Brasil não tinha respeito algum, não é como agora que somos chamados até para intermediar conflitos internacionais, somos citados como exemplo na América Latina.
Naquela época, na década de 80 nossa moral ficava lá embaixo, até no futebol não éramos campeões de 1970; o nosso vôlei começava a se firmar; na natação não éramos ameaça pra ninguém.
Quem nos salvava de toda essa humilhação, dessa vergonha era AYRTON SENNA DA SILVA!

Ayrton Senna
Aquela manhã de 1° de maio de 1994, jamais vou esquecer.
Como toda manhã de corrida tava eu lá, na frente da TV.
Qdo aconteceu o acidente eu não tinha nem idéia da gravidade do problema, ou acho que na minha fé como fã não queria acreditar que fosse tão grave, sei lá!

Terminei de assistir a corrida e fui pra frente da TV do meu quarto, esperando alguma notícia.
Toda hora tinha aquele plantão da Globo, com aquela musiquinha, que hoje só de ouvir já fico em pânico.
Passados das 13h00 entra a imagem do Léo Batista anunciando a morte cerebral do Ayrton.

Meu mundo desabou, desci as escadas do quarto para a sala aos gritos e chorando, minha mãe e irmã não sabiam se me acalmavam ou se choravam também. Era inacreditável que uma coisa daquelas pudesse estar acontecendo.
Minhas amigas Patrícia e Daniela (que fazia faculdade em Araraquara) me ligaram pra saber como eu estava. Outras amigas não me ligaram pois tinham medo da minha reação e sabiam que eu estava péssima. Chorei a tarde inteira, a noite só parei de chorar pois acabei dormindo, exausta daquele dia cruel e inesquecível para todo um País, e para os vários fãs espalhados no mundo inteiro.
Ayrton Senna
Quando ele ainda estava vivo, eu imaginava como seria ele já com uma certa idade (50 anos por exemplo) já fora das corridas, mas sempre nos bastidores da F1 como dirigente. Eu me imaginava mais madura e contando para meus filhos quem era aquele senhor, que estava aparecendo em alguma entrevista ou tomando um decisão importante pro automobilismo.
Mas hoje, prá mim é tão doloroso falar pro meu filho quem ele era, lágrimas sempre me veem aos olhos...

Ayrton Senna

Então, é isso, minhas amigas, mais um pouquinho de mim...
Nem todos com quem eu convivo hoje sabe o que eu passei naquele dia. Tô abrindo meu coração pra vocês. E saibam que todo dia 21 de março e 1° de maio, são dias muito dolorosos pra mim, dias em que eu sinto uma saudade imensa dele.
Cheguei a ir no funeral, passei 6 horas na fila, pode parecer bobagem, mas eu TINHA que ir. Tenho tanto material sobre ele, nos 9 anos em que eu o acompanhei, mas pouquíssimas vezes consigo olhar pra tudo aquilo.

Ayrton Senna
Se vocês quiserem fazer parte do maior cartão de aniversário do mundo, entrem no site www.senna50.com.br e deixem uma mensagem.
Para vocês que gostavam dele também, fale dele para os seus filhos para que sua imagem nunca se apague no tempo.

Esta semana a Viviane Senna foi na Ana Maria Braga, se quiserem, entrem no site da Globo/Mais Você e vejam o vídeo da entrevista, é emocionante...perguntaram para um rapaz, nas ruas, o que ele gostaria de dar de presente ao Senna nos seus 50 anos e ele respondeu: eu daria a ele a vida!


Façam uma oração por ele. 
Tenham um domingo cheio de paz...
Beijos♥

15 comentários:

Fernanda de Oliveira disse...

Ai amiga, fiquei emocionada!

Eu tb era fã dele, aliás, me achava uma super fã, mas agora tô vendo que nem chego a seus pés.

Chorei com a morte dele, e tb sinto falta do tipo de exemplo que ele era e que ainda ia ser para nossos filhos e para as novas gerações.

Mas tudo está certo sobre a Terra, né não? Algum propósito (dos grandes) teve com essa morte tão terrível e tão prematura...

Só nos resta a saudade e muitas orações.

Beijoca e lindo domingo =]

P.S.: eu não sabia que vc tinha ido no funeral dele!!!

RENATA REIS disse...

NELI, QUERIDA, TAMBEM TENHO A MESMA PREOCUPAÇÃO, HOJE JOGADORES DE FUTEBOL NÃO SÃO EXEMPLOS PARA OS JOVENS, CLARO QUE ALGUMAS RARISSIMAS EXCESSÕES, TAMBEM AAMVA AIRTON E ATE HOJE ELE SERVE DE MODELO DE SUPERAÇÃO, BEIJOS!!! BOM FINAL DE SEMANA!!!

Taty disse...

ai amiga, muito lindo seu depoimento. Eu era criança ainda, mas tb senti muito...
Um beijo!!!

Silvana - Interior Adentro disse...

Oi Neli querida!

Mas que homenagem linda vc fez!

Como corredor eu era mais fã do Piquet, mas tb adorava o Senna. Aliás, o Senna é uma unanimidade né?

Um cara do bem, que veio ao mundo para nos alegrar com suas vitórias e seu orgulho de ser brasileiro.

Outro dia vi uma entrevista da Xuxa, depois da separação do Szafir, e ela diz que o Senna é e sempre foi o amor da vida dela, que um dia ainda se encontrarão, pois ela acredita mesmo nisso. Pelo que ela falou acho que a Marlene Mattos melou a relação.

Meu maior herói estava mesmo em casa: meu pai. Tove alguns ídolos, mas nada que se comparasse a ele, longe disso...

Mas os ídolos são muito importantes na construção de qqr caráter.

Por isso outro dia eu discuti sobre futebol no meu blog e falei dos jogadores que são pe´ssimos exemplos. Quem tem futuro com ídolos como Adriano?

Beijooo e parabéns pela linda homenagem.

Fernanda de Oliveira disse...

Oi flor, então, eu tenho minha amoreira há quase 1 ano e até hoje nunca vi nenhuma lagarta ou mandruvá nela. Cuido dela todos os dias, nas regas, e tô sempre tirando um galhinho aqui e outro ali, então, se tivesse alguma COM CERTEZA eu teria visto.

Aliás, aqui nesta casa, nunca vi, nem na amoreira e nem em lugar nenhum... rs

Beijoca =]

εїз ViViAn ★ Sbrussi /(",)\ disse...

Oieeee!

passei por aqui!
seu blog é d+!
uma ótima semaninha!

=D

☆ . ☆

тєηhα µмα fєliz þάscσα…
Qµє σ cσєlhiηhσ тє тrαgα мµiтσ мαis
qµє siмþlєs σvσs đє chσcσlαтє…
Qµє єlє тє тrαgα мµiтα sαúđє, αмσr,
fєliciđαđє, cσмþrєєηsãσ, cαriηhσ…
Qµє vσcê sєjα αвєηçσαđσ
þσr αqµєlє qµє ησs đєµ Sµα viđα…
É σ qµє тє đєsєjσ siηcєrαмєηтє
þσrqµє αмigσs cσмσ vσcê α gєηтє ηãσ þσđє єsqµєcєr…

Fєliciđαđєs!!!

Fєliz þάscσα!!!

(autor desconhecido)

☆:·.★ViViAn★·.☆ Sbrussi εϊз.εϊз.εϊз /(“,)\

☆ . ☆

Taty disse...

Hum amiga vc é chique sim!!! kkk é um quntal pra lavar o bendito facilita muito mesmo, mas não tenho... e mandar pro lava jato seriam uns 3 ou 4 dias, e não sobrevivo tanto tempo sem o meu tapetinho. Mas vou ver se acho o produto que falou hein...
Obrigada pela dica amiga!!!
Beijooo!!!

Taty disse...

Ah, vc acredita que eu fico catando os fiapinhos na unha? afff e as vezes na frente das pessoas, meu pai fica tirando o maior sarro da minha cara. sou neurótica com limpeza, isso é péssimo.
Beijoo de novo!!!

Nalu disse...

Oi Neli, tudo bem? Leio sempre seu blog mas nunca havia comentado porem hoje não posso deixar de fazê-lo porque eu também adorava o Senna, assistia a todas as corridas(e me arrependo muito de nunca ter ido num grande premio, vê-lo correr ao vivo!). No dia do acidente, eu estava vendo a corrida e fiquei a tarde toda acompanhando os plantões de jornalismo e chorei muito quando soube que ele havia morrido. E, no dia que o corpo dele chegou ao Brasil, o fretado da empresa em que trabalho até hoje estava passando por um viaduto, em cima da Avenida dos Trabalhadores, e o carro dos bombeiros estava passando com o caixão coberto pela bandeira do Brasil. O ônibus parou, para que nós vissemos. Nossa, fiquei arrepiada, como em poucas vezes na minha vida! Que pena que ele se foi! Esta geração atual, não conheceu um ídolo como ele, tão humilde e tão patriota! Um beijão para você!

Elaine Canha disse...

Oi Neli

Obrigada pela visita e pelo apoio!

Quanto ao post que pena que a mídia hoje só nos apresenta ídolos que não são exemplos pra nínguém. Precisamos de pessoas como o Senna foi, como o Rogério Ceni e Raí são: comprometidos com o esporte, com sua paixão e com o futuro.

Beijos

RENATA REIS disse...

Neli, obrigada pelo recado carinhoso, depois que der uma repaginada no sue banheiro, nos mostre, um beijo na Yasmin!!!

RENATA REIS disse...

Neli, obrigada pelo recado carinhoso, depois que der uma repaginada no sue banheiro, nos mostre, um beijo na Yasmin!!!

Fabiani Pascoli disse...

Oi Nely querida, primeiro quero dizer que gostei da sua sala, entrei e me senti em casa rsrss. Segundo o Sena realmente emociona até hoje, foi um grande homem.
Bjinhos pra vc!!!!!!!!!

Silvana Fabbri disse...

Neli, tem um selinho para você lá no meu mundinho abóbora ...

Beijokas
http://meumundocordeabobora.blogspot.com

Ju disse...

Oiii, brigadim pela visita viu...boa noite...bjinhos!!

 
Caprichos by Neli © - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por Onze Web.