O primeiro craquelê a gente nunca esquece

Tem horas que o artesanato é como uma terapia, mas as vezes eu me canso, deixo ele lá paradinho, até a vontade voltar.
Aconteceu isso com o porta-jóias aí debaixo. Comprei a caixinha,  toda animada, a tampa seria em craquelê, técnica que eu já conhecia, mas nunca tinha posto em prática...nesse meio tempo tive que fazer outras peças para doar para um bingo beneficente. Depois disso, me deu preguicinha e a coitadinha da caixinha ficou lá, largadinha.
Mas criei vergonha na cara, dei um tempo nos seriados da tv paga, abrí mão de fazer as unhas naquela semana e, tchan...tchan...tchan...
Eis que surge meu primeiro craquelê, e como é o primeiro, não ficou lá uma Brastemp, mas, vamos ao que interessa, O PORTA-JÓIAS:

 

 

 

 
 Eis, a criatura !!!

3 comentários:

Ana Rezende postou o comentário número:

Eu não sei fazer craquele, mas adoro o efeito que ele dá nas peças, acho lindo.
Parabéns pelo bloguinho nooovo, vc vai se aaixonar cada dia mais por essa aventura haha cada dia amizades, blogs, seguidores, artes diferentes, dicas, passo a passo, tuuudo muito legal, dá vontade de grudar no pc!
Já add e virei seguidooora, beijinhos!

Fernanda de Oliveira postou o comentário número:

Que lindeza de porta-joia!!! Embora eu já o conheça pessoalmente né rsrss.

Viu que já te "apresentei" lá no blog? Acho que algumas das minhas amigas já vieram aqui fazer uma visitinha, obáááááááá!

Beijoca e até amanhã =) ♥

Fabiana postou o comentário número:

Como assim seu craquelê não ficou um brastemp? Digo e confirmo: ficou perfeito!
Só fiz craquelê uma vez na minha vida, e ficou horrível. Fiquei com trauma!
Qualquer dia desses nos dá as dicas tá? rs.

Bjs!