Café Cremoso [Receita]


Café cremoso

Ingrediente:

  • 50 gr. de café solúvel
  • 2 xícaras (chá) de açúcar refinado
  • 1 xícara (chá) água
Bater todos os ingredientes, na batedeira, por 15 minutos.
A principio parece impossível que o mostrado na foto 1 vai chegar na consistência da foto 2, mas depois dos 15 minutos chega sim.
Guardar numa vasilha plástica, no congelador ou freezer.

Café cremoso

Adicionar 2 colheres (sobremesa) bem generosas numa xícara com leite bem quente.
Também pode ser adicionado 1 colher (sobremesa) numa xícara de café pronto e quente, mas ai é para quem gosta de café forte.

Beijos!!

Os filmes que vi na semana


Nesta semana que está terminando eu vi muitos filmes. Já fazia um tempinho que não parava na frente da telona do cinema ou em casa pra curtir uma boa estória.
Então vamos conferir o que eu assisti...


Como eu era antes de você
Como eu era antes de você


Aos 45 do 2º tempo, fui ver o queridinho da vez...Como eu era antes de você.
Quase não achei sala no cinema que estivesse exibindo este filme, que estreou no final de junho. Achei uma única sala vip que ainda passava este sucesso, típico filme de mulherzinha, e não é que quase todo o público era de mulheres mesmo?
Como vocês devem saber, o filme é baseado no livro de Jojo Moyes, que eu não li, mas uma amiga tinha lido e eu pedi pra ela me contar o desfecho do enredo. Então, já fui preparada. Não, eu não chorei. Aguentei firme, nem tão firme assim, pois o que emocionou muita gente acabou não me atingindo tanto.
Leia crítica AQUI.



O Regresso
O Regresso


Agora, os próximos filmes eu vi em casa, em DVD, já confessei aqui no blog que não gosto de baixar filmes, sou dessas...meio antiquada.
Quando estava sendo exibido no cinema, não fui ver O Regresso, pois haviam me alertado que o filme era lento e meu marido dorme em filmes assim. Mas não é que ele viu comigo e não dormiu!
Realmente é lento, é longo, mas é também excelente e muito realista. Valeu cada minuto de exibição.
Veja crítica AQUI.



O quarto de Jack
O Quarto de Jack


Este foi o meu preferido, de todos os que vi nesta semana. Lindo, bem feito, sensível e emocionante.
Também baseado numa obra literária, seu início é uma surpresa para quem desconhece a origem do roteiro, e uma visão poética para os que já tem conhecimento prévio do enredo.
Veja crítica AQUI.

Os oito odiados
Os Oito Odiados


Tem como roteirista e diretor Quentin Tarantino, então dá pra esperar de tudo.
Mais um filme da semana, cujo cenário é uma região extremamente gelada dos EUA, o outro foi O Regresso.
Mais da metade de sua exibição é lenta e quase nada acontece, então não o assista tarde da noite. #ficaadica.
Mas como disse, por se tratar de Tarantino a gente fica com a "orelha em pé" esperando algo inesperado. Posso garantir que há grandes reviravoltas.
Veja crítica AQUI.

Mad Max: Estrada da Fúria
Mad Max: Estrada da Fúria


Eu sou da época que Mad Max era sinônimo de Mel Gibson. Tive um pezinho atrás para ir vê-lo no cinema e acabei não indo mesmo.
Mas me espantei na entrega do Oscar com a quantidade de indicações e prêmios recebidos, mesmo sendo na área técnica.
Gosto deste ator, Tom Hardy, que também foi coadjuvante em O Regresso.
E agora, tenho que confessar, gostei muito mais desta versão. Não se trata de uma refilmagem, é outra estória, bem parecida na verdade. Gostei da inclusão das esposas do vilão, são personagens tão limpas e irradiando frescor, em contraste com a maioria dos outros personagem suados, bronzeados, sempre usando cinza e marrom, com exceção dos soldados do mal, quase albinos, que parecem zumbis, só parecem tá?
Veja crítica AQUI.

Preciso repetir mais vezes uma semana como esta, em relação a ver mais filmes. As vezes me afasto da locadora e passo longe na tv em casa ou opto por outros programas que não sejam filmes.
Nos próximos dias, com o início das Olimpíadas só fico nos canais de esporte.
Mas é muito bom ver estórias interessantes, que afloram na gente emoções e sentimentos contidos. Descobrir em filmes pouco divulgados, uma trama surpreendente mas que nos marca por um bom tempo.

Beijos!!

Alimentos ricos em antioxidantes e seus benefícios para a saúde



Os alimentos fontes de antioxidantes são essenciais para a manutenção de uma dieta saudável. Você certamente já sabe disso, e já leu em diversos lugares. Os famosos alimentos ricos em antioxidantes previnem doenças coronárias e efeitos do envelhecimento.
É possível, até mesmo, que alguém já tenha demonstrado o escurecimento de uma maçã cortada, demonstrando sua oxidação. Embora o efeito não ocorra tão rapidamente no corpo, ele é igualmente sério.
A oxidação gera diversas complicações, que envolvem doenças cardíacas e o favorecimento do desenvolvimento do câncer. É por isso que você encontra tanto conteúdo sobre os alimentos fontes de antioxidantes – e é por isso que você deve continuar se informando sobre o assunto!
Pesquisadores da Universidade de Oslo fizeram, recentemente, um estudos para descobrir quais alimentos são mais ricos em antioxidantes. Para realizar o estudo, eles testaram exatamente 1.113 alimentos e bebidas comuns na rotina, que podem ser consumidos ao redor do mundo.
Eles descobriram que, proporcionalmente, temperos, ervas, nozes e sementes geralmente possuem a maior quantidade do nutriente. Algumas frutas – especialmente as pequenas – também fazem parte do ranking de alimentos fontes de antioxidantes. Para quem gosta de sobremesa, alguns itens também devem agradar.
Confira os principais alimentos fontes de antioxidantes para manter em sua dieta:

Amoras
Uma xícara de amoras possui mais antioxidantes do que qualquer outra fruta, incluindo morangos, framboesas e blueberries. Além disso, estas frutas são bastante ricas em vitamina C. A mesma xícara que oferece sua dose diária de antioxidantes deve ser suficiente para suprir seu organismo com a vitamina.

Nozes
Uma porção de dez nozes (ou vinte metades, se já vierem sem casca) fornece uma dose gigantesca de antioxidantes. Adicionalmente, são livres de colesterol, e possuem baixas taxas de sal e açúcar em sua composição. Além disso, são absolutamente deliciosas. No entanto, nozes são carregadas de calorias, o que pode complicar um pouco a vida de quem está fazendo dieta para emagrecer.

Alimentos ricos em antioxidantes e seus benefícios para a saúde

Morangos

Cheios de fibras e vitamina C, os morangos também são alimentos fontes de antioxidantes em bons níveis. Uma xícara de morangos na sobremesa, por exemplo, é suficiente para fornecer sua dose diária do composto. Além disso, é uma opção deliciosa.



Alimentos ricos em antioxidantes e seus benefícios para a saúde

Alcachofra
Embora a alcachofra não seja tão comum na rotina dos brasileiros, ela pode ser encontrada na maioria das cidades. É uma opção diferente e deliciosa de vegetal que encontra-se entre os principais alimentos fontes de antioxidantes.

Alimentos ricos em antioxidantes e seus benefícios para a saúde

Cranberry
Foi-se o tempo em que o cranberry era algo exótico, só visto em filmes. Estas frutas cheias de antioxidantes podem ser encontradas em sucos, passas e em diversas outras formas em mercados e lojas especializadas.

Café
Precisando de uma desculpa para atacar mais uma xícara de café? O líquido preto está entre os alimentos fontes de antioxidantes. No entanto, não é necessário tomar grandes quantidades para aproveitar-se de seus benefícios. Uma xícara é suficiente!



Alimentos ricos em antioxidantes e seus benefícios para a saúde

Framboesa

Uma xícara de framboesa representa metade de sua necessidade diária de vitamina C. Além disso, é rica em antioxidantes. O bônus: é uma fruta deliciosa.

Alho
Se você gosta do tempero, um pouco de alho nas refeições deve fornecer uma dose rica em antioxidantes.


Alimentos ricos em antioxidantes e seus benefícios para a saúde
Noz-pecã

Em algumas regiões do Brasil, a pecã (ou pecan) é mais facilmente encontrada do que outros tipos de nozes. Aproveite o alimento e adicione-o em sua dieta para usufruir também de benefícios para o coração e redução do colesterol ruim. Lembre-se, no entanto, que nozes são cheias de calorias.



*Este é um guest post escrito por Raiane Gonoli.

Beijos!!

Sintomas de uma depressão pós-parto



Sintomas de uma depressão pós-parto

Muitas “primeiras mamães” ficam nervosas quando vão dar a luz ao seu primeiro filho.
Apesar de isso ser um quadro perfeitamente normal, algumas mães acabam por desenvolver uma condição relativamente comum chamada depressão pós-parto.
A famosa depressão pós-parto normalmente está relacionada principalmente a fatores emocionais e em como a mãe vê a chegada do seu filho e como ela se sente preparada ou acolhida para efetuar a sua função como mãe.
Veja abaixo os sintomas de uma depressão pós-parto

  • Tristeza frequente
Um dos sintomas mais comuns é a tristeza que acontece logo após o parto e começa a perdurar por um tempo considerável ( 2 a 4 semanas por exemplo ).
Essa tristeza começa a desencadear uma série de outros fatores emocionais e agravam também o comportamento da mãe em relação ao seu filho. Muito dessa tristeza está atrelada na insegurança, se realmente será capaz em desempenhar o papel de mãe.
Esse é um dos principais sintomas de uma depressão pós-parto.

  • Apatia
Outro sintoma comum que anda de mãos dadas com a tristeza frequente é a apatia.
A mãe passa a perder o prazer de diversas atividades diárias comuns, apresentando uma dificuldade até mesmo para fazer algumas tarefas bem básicas.
Esse é um dos sintomas que mais chamam a atenção junto com a tristeza frequente e é também um dos principais sintomas de uma depressão pós-parto.


  • Cansaço e falta de energia
Esse sintoma só pode ser considerado se estiver presente um outro sintoma comum da depressão pós-parto.
A razão disso é que o cansaço após o parto é uma questão individual e que depende de mulher para mulher.
Algumas mulheres podem se sentir ligeiramente cansadas por um período de tempo um pouco maior o que significa que seu corpo ainda está se recuperando de todo o estresse causado pela gestação, o que com certeza não caracteriza um sintoma de uma depressão pós-parto.

  • Sentimentos de inutilidade
Esse é um dos sintomas de uma depressão pós-parto que são muito comuns.
A jovem mãe passa a se questionar se consegue dar conta de todas as tarefas e principalmente se é responsável ou competente o suficiente para cuidar de um filho. Apesar de toda mãe passar por isso, nesse caso esse sentimento de inutilidade é mais forte e leva frequentemente a uma parada na tomada de decisões da mãe.
Esse sintoma não deve ser considerado como um dos sintomas da depressão pós-parto se for visto apenas de maneira isolada.

  • Pensamentos de suicídio
Apesar de ser um pouco mais raro, esse também faz parte de um dos sintomas da depressão pós-parto.
Faz parte de um agravamento da situação da mãe e apresenta uma urgência no tratamento e no apoio.
Algumas mães com um pensamento um pouco distorcido da realidade e por achar que não conseguem lidar com tanta pressão começam a ter pensamentos recorrentes de suicídio como uma suposta “solução” dos seus problemas.
É o sintoma mais sério relacionado a depressão pós-parto e deve ser levado em consideração como um agravamento da doença.

Algumas considerações
Normalmente não há a necessidade da utilização de medicamentos antidepressivos para combater a depressão pós-parto. No entanto se o quadro se tornar muito grave, os medicamentos ( como cloridrato fluoxetina ) podem fazer parte do tratamento.
Importante também ressaltar a importância de toda uma equipe multidisciplinar de profissionais da área da saúde para fazer o diagnostico dessa condição.

Os sintomas de uma depressão pós-parto não devem ser avaliados por uma pessoa que não seja um profissional da saúde.

*Este é um guest post escrito por Elizabeth Johnson.

Beijos!!