Dicas para cuidar do cabelo no Outono



O Outono vai do dia 20 de Março até 21 de Junho de 2017.
Nessa época os dias são menores, inicia uma gradativa redução da luz solar diária.
O tempo vai gradualmente ficando mais frio, menos úmido e os ventos mais fortes.

É importante ficar atenta à mudança de clima porque ela pode modificar para ruim a condição da sua pele, cabelo e saúde.
No clima frio o cabelo tende a ser mais ressecado nas pontas,  adquirindo pontas duplas, excesso de oleosidade nas raízes, caspa, micose capilar, coceira, queda dos fios e outros.


Cuidados importantes como uma boa Hidrataçao para Cabelos semanal, beber bastante água, comer alimentos saudáveis, proteger o cabelo do forte frio e vento e também do calor forte das ferramentas como chapinha, secador e chuveiro, podem ser uma boa forma de prevenir os danos.

*Guest post escrito por Rosi Feliciano.

Beijos!!

Romance de época - Encontro de Fãs



A Editora Arqueiro está promovendo um Encontro de Fãs de Romances de Época.

Confira se vai ter na sua cidade ou próximo a ela, clicando AQUI.


Beijos!!

Conheça as principais doenças que atingem as mulheres



Já que estamos no mês de março, que se comemora o Dia Internacional da mulher, vamos aproveitar e cuidar da saúde primeiro, por isso separamos as principais doenças que atingem as mulheres para você se informar e se cuidar.
Existem doenças típicas do sexo feminino. Estes incluem doenças ginecológicas, tais como câncer de mama, infecção vaginal ou inflamação dos órgãos genitais. Mesmo doenças como enxaqueca e bulimia afeta principalmente o sexo feminino. Os órgãos afetados, a partir dos ovários para os seios, podem ser atacados por doenças graves.

Há um número de doenças que só ocorrem em mulheres e são típicas doenças ginecológicas são: inflamação dolorosa da mama, cistos ováricos e cólicas menstruais.


Infecção da mama (mastite)

Mastite geralmente ocorre durante a lactação (mastite puerperal) ou sem (mastite não puerperal). No entanto, o último é raro.
Mastite aguda manifesta-se por febre alta, dor e distensão, bem como vermelhidão e calor da mama.

Uma mulher reclama para a enfermagem de febre, a causa - mesmo sem outros sinais – pode ser uma infecção da mama em seus estágios iniciais. Em seguida, consultar um médico é necessário. Às vezes é suficiente colocar o peito para se refrescar, mas em casos graves, os antibióticos são necessários.
A produção de leite pode ser inibida, sob supervisão médica.

Cistos Ovarianos

A maioria dos cistos ovarianos são cistos funcionais. Estas são estruturas hormonais influenciada por líquido ou cheia de sangue no ovário. No entanto, estes são prevalentes na idade reprodutiva.

Cisto funcional pode ocorrer nos ovários por hormônios endógenos, como resultados de alterações inofensivas e normais, relacionadas com os ciclos. Eles são referidos no jargão técnico como "folículo". 
Cistos funcionais são comuns e são na sua maioria inofensivos. Embora eles possam ter até dez centímetros de tamanho.

Outras causas para o desenvolvimento de cistos funcionais podem ser tratamentos hormonais para a endometriose, uma desordem do córtex suprarrenal, ou doença da tiroide.
A partir da idade de 40 anos e depois do último período menstrual (pós-menopausa), é importante não deixar de observar e clarificar os cistos.

Cólicas Menstruais

O período menstrual afeta todas as mulheres de forma diferente enquanto alguns são fisicamente e completamente livres de sintomas, a maioria das mulheres sofrem de uma redução no desempenho físico ou mental. Porque é a alteração dos níveis de hormônios no período da menstruação.
Nos primeiros dias vêm através de dores ou cólicas no abdome e nas costas. Isto resulta em fadiga, irritabilidade, náuseas, dor de cabeça, lesões na pele, perda de apetite ou desempenho reduzido.
Muitas vezes, estas são as consequências das alterações hormonais -, mas também distúrbios orgânicos ou fatores psicológicos podem ser responsáveis.

Durante a menstruação, evitar o estresse e esforço físico. Em contraste, atividade física, dieta equilibrada e relaxamento pode melhorar o bem-estar físico e mental.
Para combater cólicas, além de recorrer aos analgésicos, ajuda também medicamentos homeopáticos ou outros suplementos.
Um banho quente também pode trazer alívio para a dor abdominal. 

Obesidade em Mulheres

A obesidade não é um problema exclusivamente feminino mas é com certeza um dos problemas mais preocupante para as mulheres, além de ser um problema de saúde é também de beleza e estética.
A obesidade traz consigo vários riscos à saúde e em um nível mais elevado como a obesidade II e III a pessoa passa a ter pressão alta, diabetes tipo 2, colesterol, inchaço, fadiga e outros.
A maioria das pessoas obesas são devido a má alimentação e ao sedentarismo, isso traz outros riscos à saúde da mulher, como câncer de mama, outros canceres, distúrbios menstruais, cólicas, dor de cabeça, osteoporose e outros.
Isso porque pesquisas já demonstraram que alimentação incorreta e falta de atividade física aumenta os riscos de todas as doenças citadas e a não mudança de hábito compromete o resultado do tratamento. Inicie com um bom plano diário como uma boa dieta para emagrecer e exercícios leves.

*Este é um guest post escrito por Rosi Feliciano.

Acompanhe o blog pelo:

Beijos!!


Minha gratidão a tudo que deu errado...


...mas acabou dando certo.

Gratidão, Caprichos by Neli

Vivemos num mundo de provas e expiações (pena, pagamento) e aqui nada é felicidade plena, realização total, sempre haverá em nossos caminhos obstáculos, alto e baixos, alegrias e tristezas, fases tranquilas e fases conturbadas.

Estava eu na minha vidinha, em paz, quando no dia 19 de fevereiro, há 3 semanas, celular toca e os amigos do meu filho avisam que o Gabriel caiu do skate. Os meninos, bem espertos, já tinham ligado pro SAMU e lá fui eu pra Santa Casa da minha cidade. 
Resultado da queda: luxação do cotovelo, ou seja, os ossos se desencaixaram.
Na minha pequena cidade, sem ortopedista no plantão fomos para a cidade vizinha para fazer a tal da redução (procedimento que poem os ossos no lugar), mas este procedimento poderia ocasionar uma fratura...e foi isso que aconteceu.
Enfim, ossos no lugar, uma fratura e ele teria que ficar internado para fazer uma cirurgia e por um parafuso.

São coisas que acontecem tão de repente e pega a gente totalmente desprevenida.
Em resumo, ficamos no hospital, no dia seguinte ele foi operado no final da tarde, no outro dia teve alta.
Na quarta-feira desta semana ele voltou ao hospital para tirar os pontos e também foi liberado de usar uma tala para manter o braço na posição correta.
Minha gratidão por tudo isso ter terminado bem, apesar dos inconvenientes de passar quase 48 horas num hospital, depois mais algumas horas para tirar os pontos.

Gabriel, 16 anos, se portou muito bem, sem mimimi, nem chorou ou desmaiou na hora de por, a sangue frio, o cotovelo no lugar.
Levou tudo numa boa.
Teve alta numa terça-feira a tarde e na quarta-feira de manhã já tava assistindo aula.
Só assistindo, pois o braço quebrado foi o direito e filhote é destro.

Gratidão, Caprichos by Neli

Foram dias tensos e cansativos, muitas idas e vindas entre a minha cidade e São José do Rio Preto, distante uns 50 Km, mas meu marido estava presente quando eu estava ausente e não podia faltar no trabalho, tive a colaboração de familiares para ficar com a minha filha e a atenção de amigos.
Minha gratidão a todas essas pessoas que colaboraram ou se preocuparam, ligando e mandando mensagens.

Gratidão por mais uma fase conturbada, pois são nesses momentos que nos tornamos mais fortes.
Gratidão pois, apesar do susto e da correria, foi um acontecimento que não trouxe grandes consequências.
Gratidão por meu filho ainda ser jovem e ver que por conta disto sua recuperação foi e está sendo excelente.
E gratidão por eu estar aqui na blogagem coletiva #52semanasdegratidao contando para vocês sobre mais uma fase difícil da minha vida, mas com final feliz!

Participe e conheça outras histórias no blog da Elaine Gaspareto.

Acompanhe as atualizações do blog e um pouco do meu dia a dia nas redes sociais